Fotografias de fachada para o cliente escolher você no Google

Ah, como é importante umas boas fotografias de fachada do seu estabelecimento!

O cliente vai procurar você e seus concorrentes pelo Google, onde você acha que ele escolherá ir: na loja que tem uma fotografia de fachada feia ou na loja que tem a melhor apresentação e fotografia?

Fotografia: Bia Nauiack ©
Cliente: Catherine Fine Teas, Arquiteta Laryssa Rocha, Arquiteta Priscila Mileke, para Casa Cor Paraná 2019

Essa resposta é muito fácil: na sua, porque tem fotografias lindonas, com sua fachada, bem composta, perceptivelmente cheia de cuidado e no melhor ângulo.

Entrada da Churrascaria Velha Napolitana em São José dos Pinhais, com tapetes estendidos no chão, vasos com plantas nos dois lados e portas abertas, convidativas.
Fotografia: Bia Nauiack ©
Cliente: Churrascaria Velha Napolitana

As fotografias dos seus produtos estão ótimas, bem trabalhadas, bem recortadas, ambientadas. Seu site está lindo, com design perfeito. O cliente vai procurar sua localização no Google e encontra uma fotografia tremida, feita com celular, mostrando coisas que nem precisam estar ali…

Umas belas fotografias da sua fachada vão fazer o cliente sentir todo o respeito e cuidado que você tem por ele, e o cuidado que você tem com seus produtos. Acredite!

Fachada da Bem Integral
Fotografia: Bia Nauiack ©
Cliente: Bem Integral Consumo Consciente
Fotografia: Bia Nauiack ©
Cliente: Churrascaria Velha Napolitana

A fachada pode ser considerada a “primeira impressão” que o cliente tem com seu estabelecimento, é sua primeira identificação. Por isso devemos dar a ela a mesma atenção fotográfica que temos com os produtos.

Sempre indico para meus clientes, pelo menos uma fotografia externa, mostrando se tem estacionamento, se tem valet, como é seguro, como é fácil de chegar… e tudo o que é externo ao estabelecimento, que facilita a vida do cliente.

Pensando nisso, criei um pacote Externo+Interno, para seu estabelecimento ter um “rosto” nas redes sociais e ficar ainda mais lindão.

Entre em contato e conheça o pacote! Vem logo!

Aproveite as fotografias de fachada lindonas e convide ainda mais clientes a visitarem seu estabelecimento!

A fotografia de arquitetura noturna mostra elementos diferentes da fotografia diurna

A fotografia de arquitetura noturna mostra elementos diferentes da fotografia de arquitetura diurna. Você concorda?

Há obras arquitetônicas que ficam evidenciadas quando a noite chega. Alguns elementos podem sobressair na luz do dia, outros, quando bem iluminados, à noite.

Fotografia de arquitetura diurna: Casa com telhado invertido, volumes bem marcados e cobogó na fachada, fotografada à luz do dia. Isso evidencia os volumes da fachada.
Projeto e execução: Cristiano Eduardo Moro Réboli
Fotografia: Bia Nauiack
Fotografia de arquitetura noturna: Casa com telhado invertido, volumes bem marcados e cobogó na fachada, fotografada à noite. Isso evidencia os cobogós da fachada, por onde vaza a luz do interior da casa.
Projeto e execução: Cristiano Eduardo Moro Réboli
Fotografia: Bia Nauiack

É importante ouvir o profissional que concebeu o projeto, para pensar qual a melhor opção na hora de fotografar seus espaços e suas obras.

O uso dos espaços também deve ser observado.

A fotografia de arquitetura noturna deve ser feita com maior cuidado que a fotografia à luz do dia. Ela é extremamente técnica, com uso adequado de equipamentos e ajustes corretos da câmera.

Projeto e execução: Cristiano Eduardo Moro Réboli
Fotografia: Bia Nauiack

Por que procurar um bom profissional para fotografar arquitetura à noite?

Para a fotografia ter a qualidade técnica essencial para mostrar todas as características dos seus projetos, que foram tão bem pensados e tão bem executados.

Os dois maiores erros da fotografia de arquitetura noturna são: imagem tremida e pixels aparecendo. Características essas que são resolvidas com técnicas de fotografia.

Um bom fotógrafo de arquitetura fará com que seu projeto seja registrado da melhor forma: estudará a(s) melhor(es) hora(s) para fotografar, fará os clicks com os equipamentos adequados e fará o tratamento e pós-produção corretos para seus trabalhos.

Por fim, você poderá divulgar seu trabalho com melhor qualidade. Isso faz seu trabalho ter maior engajamento na divulgação de seus projetos, consequentemente, mais e melhores clientes.

Entre em contato comigo para me contar um pouquinho do seu trabalho e decidirmos juntos quais os melhores momentos para registrá-lo.

Conheça os desafios de fotografar neon na fotografia de arquitetura

Fotografar neon não é moleza. A fotografia do neon, na fotografia de arquitetura, precisa ser muito bem planejada para um bom resultado.

Uma das minhas lojas preferidas de produtos naturais, em Curitiba, é a Bem Integral Consumo Consciente. Lá eu fui desafiada a fotografar um neon novinho, cheio de luz verde.

Aquela luz invade a cena, vaza verde para todos os lados, é linda, mas precisa de técnica para ser solucionada.

As técnicas são concebidas desde os cliques até a hora do tratamento. Aliás, neste caso, é imprescindível o tratamento bem feito. Minha equipe de tratamento também foi desafiada pelo neon verde.

Fiz 6 cliques para cada fotografia finalizada. Para conseguir o resultado da “leitura” do neon.

Fotografia interna, não tratada, com neon que não está nítido, na Loja Bem Integral, em Curitiba. Prateleiras em madeira com produtos não alimentícios.
Um dos cliques originais, com luz medida em exposição 0,00, sem tratamento
Fotografia: Bia Nauiack

Sempre uso a máxima: “Fotografar é um exercício de paciência”. Sabe por que? Porque fotografar deve ser feito sem pressa, com cuidado, com dedicação. E extendo essa frase para o tratamento também, que deve ser feito minuciosamente, com bastante atenção.

A correria não acompanha a minha fotografia. Apesar de sempre gostar de entregar as fotografias antes dos prazos, aprecio muito a calma na hora dos cliques.

Quer ver o resultado do neon?

Aqui está.

Fotografia interna, tratada, com neon bem nítido, escrito "consumo consciente", na Loja Bem Integral, em Curitiba. Prateleiras em madeira com produtos não alimentícios.
A fotografia final, tratada, com o neon bem nítido
Fotografia: Bia Nauiack

Gostou do resultado? Tem um lugar bem lindo, com neon para fotografar? Me chama! Vou adorar mais desafios!

Entre em contato para conversarmos e planejarmos a melhor forma de fotografar seu espaço!

Tenho mais fotografias deste espaço lindo, cheio de cuidado. Mas isso é assunto para outro post, que já está sendo escrito com muito carinho para você.

Vem logo fotografar comigo! Vem!

4 Dicas de Fotografia de Gastronomia Que Vão Melhorar Suas Postagens

Dicas simples de fotografia de gastronomia, que você pode seguir facilmente.

Eu tenho muitos clientes legais, com produtos muito top. É muita dedicação na produção, muita dedicação na qualidade, nas embalagens… mas dependendo de como é fotografado, ao invés de mostrar o quanto o produto é delicioso, pode ter o efeito contrário. Por isso eles me contratam, para que a divulgação através das fotografias seja incrível. Mas, às vezes, durante os processos do dia a dia, eles querem fazer uma fotografia com o celular, para postar imediatamente. Consequentemente, várias vezes, me pedem orientações para resolver essas fotografias do dia a dia. Resolvi então dar umas dicas de fotografia de gastronomia, aqui neste post:

:::

Dica 01 – Escolha o melhor produto

Essa dica é bem simples. Se você tem várias opções de tomate, por exemplo, escolha o que está mais bonito. A salada que está mais fresca, o bolo que está com a melhor textura.

Mãos de mulher com vários anéis segurando um bowl de cobre cheio de morangos
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: Grace Almeida
Pão de grãos de fermentação natural, servido sobre uma tábua, semi fatiado, com um pote de manteiga ghee e uma faca de passar manteiga
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: Bem Integral Consumo Consciente

:::

Dica 02 – Escolha um fundo legal

Escolha um fundo que tenha contraste com o produto, que dê destaque ao objeto. Olhe ao seu redor, nem sempre a mesa ou bancada é a melhor opção. Pode ser um piso, uma toalha, uma parede diferente.

Fundo de madeira com 3 colheres antigas de prata, com ervas dentro.
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: Muito Alem Da Cozinha
Visto de cima, escada em desfoque ao fundo. Pessoa sentada na escada, pernas desfocadas, mão em foco segurando uma garrafa de suco verde Campo Largo.
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: Sucos Campo Largo

:::

Dica 03 – Luz!

Busque a luz. Janelas, luzes artificiais, pontos de luz. Veja como seu produto se comporta na luz e qual é a melhor luz para ele.

Na janela, meio corpo e mão feminina segurando uma xícara de chá quente, de vidro duplo.
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: Moncloa Tea Boutique
Janela ao fundo com céu azul em desfoque, mesa de café da tarde com mini sonhos dentro de pratos de servir em foco.
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: Pousada Rancho da Guaiaca

:::

Dica 04 – Edição sim, adoramos!

Depois de feito o click, é hora do tratamento. Hoje em dia, há muitas opções de tratamento por aplicativos. Os aplicativos que mais gosto são Photoshop Express (sim, existe uma versão para celular, que é paga) e o Snapseed.

:::

E, se a fotografia não ficou boa, é melhor não postar. Concorda?

A fotografia mal produzida pode até depor contra o seu produto, por mais delicioso que ele seja.

Vamos manter a qualidade dos clicks! Eles podem, muitas vezes, ser o primeiro contato do cliente com o seu produto.

Mesa de café vista de cima com duas mulheres sentadas uma de cada lado. A primeira, em desfoque, segura um copo de suco e o celular sobre a mesa. A segunda em desfoque com uma xícara de café. Foco nesta sua mão, braço com pulseira, tirando foto do café com um celular.
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: Grace Almeida

:::

Periodicamente, eu produzo Workshops de Comida Fotogênica. Se você tiver interesse, para um “Do It Yourself”, cheio de dicas de fotografia de gastronomia, clique aqui, mande uma mensagem, que eu te aviso sobre as próximas datas. São duas tardes, durante a semana, com muitos clicks.

Se você ainda tem dúvidas sobre como tirar as melhores fotografias de gastronomia, no seu ambiente de trabalho, eu também dou consultorias. Essas consultorias são voltadas especialmente para seu produto, com o seu equipamento e no local onde elas serão feitas.

E quando você precisar de fotografias profissionais de gastronomia, ou do seu ambiente (fotografia de arquitetura), me chama! Entre em contato clicando aqui.

Ou, se preferir, preencha o formulário a seguir:

+55 xx xxxxx-xxxx

Formatura de Gastronomia Sustentável da Electrolux

Alguns projetos eu faço questão de fotografar. O projeto de Gastronomia Sustentável da Electrolux é um deles.

Esse projeto é lindo demais! Eu o fotografo desde a primeira edição.

Na primeira edição eu fotografei algumas aulas, onde vários chefs curitibanos prestaram serviço voluntário, ensinando muitas dicas e valores aos alunos. Entre eles Gabriela Vilar de Carvalho, Claudinei Oliveira, Débora Teixeira, Manu Buffara, Delio Canabrava, Vânia Maciel Krekniski, Renata Vidal, Rosane Radecki

Nesta formatura compareceram os chefs, que merecem grande reconhecimento por seu trabalho com os alunos, Victor Moraes, Claudinei Oliveira, Delio Canabrava, Vânia Maciel Krekniski e Larissa Guzzo.

 

Desta vez fiquei ainda mais feliz em estar lá, pelas grandes notícias que eles deram: esse projeto se espalhará por mais países, incluindo América Latina e Europa.

É um projeto global, que conta com apoio de algumas entidades como Feed the Planet,  Sodexo, Instituto Stop Hunger, World Chefs, AIESEC e Prefeitura Municipal de Curitiba, através da FAS.

Preciso agradecer muito ao Cosimo Scarano, um querido amigo, italiano, boa pinta e super competente, por seu trabalho maravilhoso junto à Electrolux. Ele é “O” cara deste projeto. Ele estruturou todo o projeto junto com os parceiros e com a empresa e, literalmente, colocou a mão na massa, do início ao fim de cada curso.

Aqui tem também, algumas fotos do primeiro curso. Onde fiz um mini documental das aulas. Porque, como todos sabem, eu acredito que toda comida tem uma história. Ela não aparece no nosso prato, simplesmente. Concordam?

 

Pontuo aqui então a minha imensa admiração aos envolvidos com esse projeto… e desejo estar sempre presente, com minha câmera em mãos!

Que esse projeto continue e possa expandir globalmente a gastronomia sustentável!

::

Conheci o Cosimo num outro trabalho lindo, um mini documentário que fiz, da horta comunitária do Tatuquara, junto à chef Gabriela Vilar de Carvalho, que está em outro post.

::

Gostaria de fazer um mini documentário de sua cozinha/restaurante? Entre em contato!

 

 

Comida Fotogênica

Há algum tempo estou pensando neste curso de Comida Fotogênica… e agora ele é real!

 

Na metade do ano passado, conheci a linda Renata Vidal (@CozinhaDaRe), que tem uma agência chamada No Prato Comunicação. É uma agência voltada para negócios alimentícios. E uma ótima notícia: Ela também produz encontros!

Desde então a gente vem conversando sobre como melhorar as fotografias de alimentos, com o que temos em mãos, sem muita invenção de moda, só com alguns truques e traquitanas ao nosso alcance.

Vem comigo nesse encontro cheio de prática, com o equipamento que você tiver. Tudo sem frescura, para melhorar suas fotografias e vender mais!

Se você é um restaurante, você vai gostar!

Se você é um blogueiro, você vai gostar!

Se você é um entusiasta da comida, você vai gostar!

Se você é um chef, você vai gostar!

Se você é uma indústria de alimentos, você vai gostar!

Se você quer deixar suas fotografias de alimentos muito mais saborosas, você vai gostar!

Venha se juntar a gente, em três tardes deliciosas! Será nos dias 28, 29 e 30 de agosto de 2018, num lugar bem aconchegante, das 13h30 às 17h30.

Mais informações pelo telefone 41 98837-9807 ou contato@cozinhadarevidal.com.br.

Vem!


Parceria com Sucos Campo Largo e PaniPano.

Quer fazer parceria para esse curso? Entre em contato!

Curso vegano da Alana Rox na Bem Integral em Curitiba

Ontem foi um dia muito especial, fui aprender com pessoas especiais no curso  vegano da Alana Rox, na Bem Integral, em Curitiba. E, obviamente, fotografei tudinho.

A Alana é autora do livro e apresentadora do Diário de uma Vegana, no GNT, e tem um coração cheio de amor e luz!

Ela veio para Curitiba, a convite da Seed of Life, para dar o curso na Bem Integral, minha loja de produtos naturais preferida da cidade, e contou também com o apoio dos Sucos Campo Largo.

Adoraria passar as receitas das delícias que aprendi, aqui no meu site, mas vou deixar vocês imaginando e com água na boca só pelos títulos das receitas:

  1. Pães proteicos de grão de bico
  2. Queijo cremoso de painço
  3. Mousse de cacau
  4. Muffins de abóbora
  5. Beijinhos encantados da felicidade

A Alana querida contou como foi sua trajetória vegetariana e vegana, falou sobre amor, sobre a alquimia dos alimentos, sobre nutrição, sobre potencializar os alimentos e comê-los em sua maior disponibilidade nutricional… e sobre fazermos o bem para todos.

Uma manhã muito produtiva, com pessoas maravilhosas, envolvidas em muito amor e gentilezas! Agradeço por fazer parte deste pequeno momento, mas com aprendizados que levarei para a vida toda.

Segue algumas fotos do nosso curso, espero que gostem!

:::

Agradeço imensamente por poder estar presente e fotografar esse momento. Agradeço também os patrocinadores, Bem Integral, Seed of Life e Sucos Campo Largo, por aproximarem pessoas tão boas!

2018 fotográfico e com muito stop motion!

Voltando a escrever meus posts aqui no site… 2018 já começou com muita energia boa!

Tenho trabalhado tanto que não consegui tempo para escrever. Mas quando falo TRABALHO, é também FELICIDADE. Porque amo cada parceria, cada colaboração, cada aprendizado… e as pessoas envolvidas então, cada troca de idéias, cada detalhe pensado, cada história… é tão bom!

Neste ano já trabalhei com fotografias em fundo escuro, fotografias delicadas, com flatlay, fogo, arquitetura, doces, saúde, jóias. Muita luz e muita sombra!

Fotografias voltadas para mídias sociais, fotografias para grandes impressões, fotografias para cardápios. Já fiz muitos stop motions também, e cada stop motion tem muitas fotografias envolvidas.

Também tenho estudado muito. Eu estudo meus equipamentos, faço experimentos de luz, me inspiro estudando outras fotografias, estudando meus clientes e parceiros. A fotografia sempre me ensinando.

No caminho da minha fotografia optei por fotografar gastronomia e arquitetura, com alguns pontinhos em outros produtos. E esse mundo fotográfico só cresce.

Um pouquinho de janeiro e fevereiro para vocês:

::

Chego em casa com o corpo cansado, mas cheia de energia boa, feliz demais! 2018, estou pronta para você!

Um 2018 muito fotográfico para nós!

Mini doc da horta comunitária do Rio Bonito

Na semana passada encontrei a chef do Quintana Café, a Gabriela Carvalho e ela me convidou para fotografar um projeto L-I-N-D-Ã-O: a horta comunitária do Rio Bonito, no Tatuquara, em Curitiba.

São hortas comunitárias que estão vendendo seu excedente para alguns chefs de cozinha curitibanos, gerando renda extra às famílias participantes do programa.

As pessoas que estavam lá contaram um pouquinho das suas histórias. O Seu Paulo, Seu Santos, Seu Delso… cada um com uma história de vida, trazendo nas mãos muita vida para a terra e colhendo seus frutos.

E o que falar dos chefs (Gabriela e Lenin)? Dava para ver a alegria no rosto deles de estarem lá, desse contato com o alimento fresco, de ver de onde está vindo sua matéria-prima… dava quase para ouvir seus pensamentos criando mil coisas com toda aquela diversidade de verdes e outras cores disponibilizados pela terra.

E eu? Eu acho incrível poder fotografar o alimento saindo da terra, contando uma história, mudando histórias. Muito grata por esse momento maravilhoso! Quem me conhece sabe o quanto empolgada eu fiquei em fotografar essa horta!!!!

Queria que esse post tivesse cheiro! Na volta para o urbano, o cheiro da colheita, dentro da Kombi, estava sensacional!

Aqui vocês conseguem ver um pouquinho do que foi nossa manhã, cheia de VIDA!

Espero que gostem,

Bia Nauiack

 

Essa visita também foi acompanhada por Cosimo Scarano, italiano que está fazendo um trabalho junta à Electrolux, na área de responsabilidade social, e está de olho no que está acontecendo aqui em Curitiba.

Se quiser saber mais sobre as hortas comunitárias de Curitiba, leia também os posts de Gazeta do Povo e Prefeitura de Curitiba.