4ª edição do Workshop de Comida Fotogênica, mais que especial

A 4ª edição do Workshop de Comida Fotogênica foi especialmente especial! (Pode “especialmente especial”?)

Cena de uma mesa de café da tarde, vista de cima, com bolos, brigadeiros, cerâmicas utilitárias e mãos de pessoas.
Fotografia de Bia Nauiack
Fotografia e edição: Bia Nauiack
Produtos: Donana, Sabor Vivo, Toró Indígena, Arquitetura da Mesa, PaniPano

Numa visita ao Atelier da Arquitetura da Mesa, minha parceira de peças, surgiu a ideia de fazermos uma edição especial do Workshop de Comida Fotogênica por lá. Depois de conversas regadas a cafés e chás, servidos nas cerâmicas utilitárias (lindíssimas) da Dani, eu e a Rê montamos a 4ª edição toda especial.

Uma das principais razões de eu ter encarado esse desafio foi que eu sempre digo aos meus alunos: “É possível fazer ótimas fotografias gastronômicas no espaço que vocês tem.” E é totalmente verdade, vocês verão nas fotografias dos alunos desta edição, que ilustram lindamente este post.

Quando o workshop é na Cozinha da Rê, usamos também a sala de estar da Rê, a sala de jantar da Rê, a varanda da Rê, as mãos da Rê…

Desta vez tínhamos o Atelier da Dani e suas peculiaridades, cheio de cantinhos com mesa de madeira, prateleiras, um forno para queima de cerâmica, um suporte de máquina de costura antigo… e uma área externa que foi muito utilizada apesar do super frio curitibano.

Cena frontal de um suporte de maquina de costura antigo, com tampo em pedra, sobre ele um vaso com flores à esquerda e à direita um bowl de sopa com uma colher dentro
Fotografia de Walfrit Schreiner
Fotografia e edição: Walfrit Schreiner
Produtos: Cozinha da Rê, Arquitetura da Mesa

Levei fundos para as fotografias, feitos por mim, DIY, que os alunos usaram muito.

Teve conversa antes, sobre todos os caminhos da fotografia de gastronomia e teve um montão de prática.

Eu montei algumas cenas, para os alunos verem como eu trabalho, cenas que eles puderam fotografar depois também.

E teve uma novidade nesta edição, que levarei para as próximas: as tendências da fotografia de gastronomia.

Vista frontal de duas mãos segurando um copo de cerâmica utilitária. Fotografia toda em tons de verde.
Fotografia de Fabiana Jordan
Fotografia e edição: Fabiana B S Jordan
Produto: Arquitetura da Mesa

Preciso agradecer muito aos apoios do Workshop, que são fundamentais para os cliques de sucesso: Cuore Di Cacau, Sabor Vivo, Donana Confeitaria Artesanal, Toró Indígena, Panipano, Cozinha da Rê, Arquitetura da Mesa, Casa Brava Charcutaria, Moncloa Tea Boutique. AGRADEÇO MUITO!


E você, quer fazer parte desse time de ótimos cliques do Workshop de Comida Fotogênica? Mande seu contato que eu mando as informações da 5ª edição para você. Clique aqui!

Ou você quer fazer parte do apoio, mandando seus produtos para serem as celebridades? Clique aqui!

Ou ainda, quer que o Workshop aconteça no seu espaço? Clique aqui!


Vem comigo!

4° Workshop de Fotografia de Gastronomia – Comida Fotogênica

Fotografia: Bia Nauiack

Estamos às vésperas do 4° Workshop de Comida Fotogênica, um Workshop de Comida de Gastronomia, inscreva-se e melhore suas postagens!

Vai acontecer uma edição especial do Workshop de Comida Fotogênica, nos dias 13 e 14 de agosto, no atelier da Arquitetura da Mesa, em Curitiba.

Como funciona?

Serão duas tardes de muita prática, com muita luz natural, dicas e muitos clicks! No final do segundo dia também trabalharemos um pouco de edição das fotografias feitas durante o Workshop.

Para quem é o Workshop?

Para quem quer fotografar comida ou utensílios para cozinha/mesa, em casa ou na empresa, para fazer posts/stories em seguida, com seus produtos lindos e deliciosos. Para quem quer melhorar suas fotografias de alimentos e consequentemente ter mais engajamento.

O que levar?

Celular ou câmera, muita vontade de clicar e aprender. Pode levar também seus produtos, se já quiser fazer fotografias com eles e ter as dicas específicas para eles.

Qual o investimento?

O maior investimento é o tempo: duas tardes deliciosas. O investimento financeiro é de R$400,00, mas tem desconto para pagamento até dia 05 de agosto, R$360,00 apenas, que pode ser parcelado no cartão de crédito.

Corre! São apenas 6 vagas! A fotógrafa gosta de dar atenção a todos os participantes e produtos.

Clique AQUI e entre em contato para fazer sua inscrição. Seja bem-vindo!

:::

Espie a edição anterior do Workshop Comida Fotogênica.

Como construir um banco de imagens com seus produtos e cheio de personalidade para suas redes sociais

O post de hoje é sobre construir um banco de imagens com seus produtos. Por que fazer o banco de imagens personalizado e não comprar imagens genéricas?

Vista de cima. Duas tábuas de frios: uma com pão artesanal semi fatiado, a outra, abaixo com queijos, uvas, figos, azeitonas, pasta de amendoim e especiarias That's Nuts. Sobre a mesa um pote de vidro com grissinis e pasta de amendoim e ora pro nobis da That's Nuts.
Banco de imagem produzido para That's Nuts.
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: That’s Nuts
Tábua: Winífera
Food e prop stylist: Ana Cláudia Spengler

Essa é fácil: porque o cliente espera ver imagens lindas, ambientadas, com a identidade da SUA MARCA, um banco de imagens exclusivamente seu. E porque os seus produtos – e seus clientes – são tão especiais que merecem esse cuidado.

Tudo o que faça com exclusividade para seus produtos é um engrandecimento da sua marca.

Então, como fazer esse banco de imagens?

No meu processo de trabalho fotográfico, para construir uma identidade junto aos seus produtos, estudamos juntos as melhores formas de mostrar seus produtos ao seu público. Se através de receitas, se através de espaços, se através de cores, ambientações… cada marca e cada produto com suas qualidades.

Vista de frente. Ao lado esquerdo metade de um corpo de mulher, em desfoque. Mão esquerda sobre o colo. Mão direita está pegando xícara de chá Moncloa, que está sobre uma pilha de lidos livros, que está sobre o braço de um sofá, onde também há um bole de biscoitos. Também sobre os livros há um óculos de grau.
Na mão direita da mulher há anéis de bolas da Maria Dolores.
Banco de imagem produzido para Moncloa Tea Boutique.
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: Moncloa Tea Boutique
Jóias: Maria Dolores
Food e prop stylist: Ana Cláudia Spengler
Vista de cima. Ao fundo piso de concreto com três chás da Campo Largo: o da esquerda é o 3 Chás, o do meio, um pouco mais acima, de hibisco e cranberry e o da direita de Chá Verde, sendo alcançado por uma mão feminina. Na cena também há dois buquês de flores do campo: Um abaixo do chá central e um acima entre o Chá de hibisco e o chá verde. A esquerda da cena há algumas flores soltas.
Banco de imagem produzido para Sucos Campo Largo.
Fotografia: Bia Nauiack
Cliente: Sucos Campo Largo
Flores: Agapanthus
Food e prop stylist: Ana Cláudia Spengler

Eu trabalho com processos de 3 a 12 meses de construção de banco de imagens personalizado, dependendo do produto ou do serviço oferecido e a quantidade de postagens que será feita ao longo do tempo.

São sessões mensais, que envolvem temas, produções, pesquisa, planejamento e execução.

É muito importante ter uma frequência e uma consistência ao fazer as fotografias que serão armazenadas para o banco de imagens. É importante pensar no que cada imagem diz sobre o produto e como isso se encaixa nas suas publicações.

É um trabalho muito legal! Cada cliente com sua imagem de marca, com seus processos únicos e suas concepções. As fotografias adequadas aos seus produtos terão mais engajamento, maior visibilidade da marca e consequentemente melhores vendas.

Você já pensou em ter um estudo fotográfico exclusivo para sua marca?

Com as fotografias que falam sobre o seu produto, e não as fotografias genéricas de banco de imagens, você se aproxima do consumidor.

Vem comigo criar imagens com a sua identidade!

Entre em contato! Peça um orçamento.

A fotografia de arquitetura noturna mostra elementos diferentes da fotografia diurna

A fotografia de arquitetura noturna mostra elementos diferentes da fotografia de arquitetura diurna. Você concorda?

Há obras arquitetônicas que ficam evidenciadas quando a noite chega. Alguns elementos podem sobressair na luz do dia, outros, quando bem iluminados, à noite.

Fotografia de arquitetura diurna: Casa com telhado invertido, volumes bem marcados e cobogó na fachada, fotografada à luz do dia. Isso evidencia os volumes da fachada.
Projeto e execução: Cristiano Eduardo Moro Réboli
Fotografia: Bia Nauiack
Fotografia de arquitetura noturna: Casa com telhado invertido, volumes bem marcados e cobogó na fachada, fotografada à noite. Isso evidencia os cobogós da fachada, por onde vaza a luz do interior da casa.
Projeto e execução: Cristiano Eduardo Moro Réboli
Fotografia: Bia Nauiack

É importante ouvir o profissional que concebeu o projeto, para pensar qual a melhor opção na hora de fotografar seus espaços e suas obras.

O uso dos espaços também deve ser observado.

A fotografia de arquitetura noturna deve ser feita com maior cuidado que a fotografia à luz do dia. Ela é extremamente técnica, com uso adequado de equipamentos e ajustes corretos da câmera.

Projeto e execução: Cristiano Eduardo Moro Réboli
Fotografia: Bia Nauiack

Por que procurar um bom profissional para fotografar arquitetura à noite?

Para a fotografia ter a qualidade técnica essencial para mostrar todas as características dos seus projetos, que foram tão bem pensados e tão bem executados.

Os dois maiores erros da fotografia de arquitetura noturna são: imagem tremida e pixels aparecendo. Características essas que são resolvidas com técnicas de fotografia.

Um bom fotógrafo de arquitetura fará com que seu projeto seja registrado da melhor forma: estudará a(s) melhor(es) hora(s) para fotografar, fará os clicks com os equipamentos adequados e fará o tratamento e pós-produção corretos para seus trabalhos.

Por fim, você poderá divulgar seu trabalho com melhor qualidade. Isso faz seu trabalho ter maior engajamento na divulgação de seus projetos, consequentemente, mais e melhores clientes.

Entre em contato comigo para me contar um pouquinho do seu trabalho e decidirmos juntos quais os melhores momentos para registrá-lo.

Fotografia de hotéis, imagens com identidade!

No final do ano passado, fotografei dois hotéis para a Rede Slaviero. Cada hotel tem suas características únicas, e cada fotografia de hotel deve transmitir isso aos espectadores.

Eles me deram um pequeno briefing, para fotografar os detalhes das instalações dos hotéis, que são lindíssimos e bem cuidados, facilitando meu trabalho. Assim, as fotografias são exatamente o que os hóspedes encontram lá.

Primeiro fotografei o Hotel Slaviero Essential Ingleses Convention. Este hotel é pé na areia, com piscina externa e piscina interna, tem sala de convenções e tem um restaurante que serve camarões deliciosos! (Aprovadíssimos por mim!)

O que eu mais achei fantástico? Ele serve muito bem para as férias tranquilas em família e também para um evento corporativo de sucesso.

 

O segundo hotel que fotografei foi o Hotel Slaviero BRUT, um hotel super conceitual, em Balneário Camboriú. Hotel muito agradável, com ambientes sofisticados e um restaurante-bar incrível! E uma surpresa: o hotel tem champagne exclusiva com seu próprio nome!

O que chama muito a atenção neste hotel? Seus acabamentos são lindíssimos, os designs dos ambientes, o serviço… e o restaurante que, além de lindo, com ambiente sofisticados, tem uma gastronomia deliciosa. Um ótimo lugar para almoços, happy hours e jantares.

 

Fazendo esse post com  essas fotografias, quero voltar aos dois hotéis imediatamente, de tão gostosos que foram esses dois dias fotografando! E quero conhecer os outros também…

Aqui em Curitiba, meu preferido é o Hotel Slaviero Full Jazz. Ele é um hotel super conceitual, com ambientes sofisticados e muito bem projetados. Eu tenho uma memória afetiva no Full Jazz, em dois momentos importantes da minha vida: minha noite de núpcias (ah, aquele café da manhã servido no quarto!) e uma noite que fiz mudança de casa e me hospedei lá, entre sair de um apartamento e me instalar em outro.

Ah, minha família acabou indo comigo neste trabalho… e o serviço dos hotéis também foi impecável!

 

Formatura de Gastronomia Sustentável da Electrolux

Alguns projetos eu faço questão de fotografar. O projeto de Gastronomia Sustentável da Electrolux é um deles.

Esse projeto é lindo demais! Eu o fotografo desde a primeira edição.

Na primeira edição eu fotografei algumas aulas, onde vários chefs curitibanos prestaram serviço voluntário, ensinando muitas dicas e valores aos alunos. Entre eles Gabriela Vilar de Carvalho, Claudinei Oliveira, Débora Teixeira, Manu Buffara, Delio Canabrava, Vânia Maciel Krekniski, Renata Vidal, Rosane Radecki

Nesta formatura compareceram os chefs, que merecem grande reconhecimento por seu trabalho com os alunos, Victor Moraes, Claudinei Oliveira, Delio Canabrava, Vânia Maciel Krekniski e Larissa Guzzo.

 

Desta vez fiquei ainda mais feliz em estar lá, pelas grandes notícias que eles deram: esse projeto se espalhará por mais países, incluindo América Latina e Europa.

É um projeto global, que conta com apoio de algumas entidades como Feed the Planet,  Sodexo, Instituto Stop Hunger, World Chefs, AIESEC e Prefeitura Municipal de Curitiba, através da FAS.

Preciso agradecer muito ao Cosimo Scarano, um querido amigo, italiano, boa pinta e super competente, por seu trabalho maravilhoso junto à Electrolux. Ele é “O” cara deste projeto. Ele estruturou todo o projeto junto com os parceiros e com a empresa e, literalmente, colocou a mão na massa, do início ao fim de cada curso.

Aqui tem também, algumas fotos do primeiro curso. Onde fiz um mini documental das aulas. Porque, como todos sabem, eu acredito que toda comida tem uma história. Ela não aparece no nosso prato, simplesmente. Concordam?

 

Pontuo aqui então a minha imensa admiração aos envolvidos com esse projeto… e desejo estar sempre presente, com minha câmera em mãos!

Que esse projeto continue e possa expandir globalmente a gastronomia sustentável!

::

Conheci o Cosimo num outro trabalho lindo, um mini documentário que fiz, da horta comunitária do Tatuquara, junto à chef Gabriela Vilar de Carvalho, que está em outro post.

::

Gostaria de fazer um mini documentário de sua cozinha/restaurante? Entre em contato!

 

 

Comida Fotogênica

Há algum tempo estou pensando neste curso de Comida Fotogênica… e agora ele é real!

 

Na metade do ano passado, conheci a linda Renata Vidal (@CozinhaDaRe), que tem uma agência chamada No Prato Comunicação. É uma agência voltada para negócios alimentícios. E uma ótima notícia: Ela também produz encontros!

Desde então a gente vem conversando sobre como melhorar as fotografias de alimentos, com o que temos em mãos, sem muita invenção de moda, só com alguns truques e traquitanas ao nosso alcance.

Vem comigo nesse encontro cheio de prática, com o equipamento que você tiver. Tudo sem frescura, para melhorar suas fotografias e vender mais!

Se você é um restaurante, você vai gostar!

Se você é um blogueiro, você vai gostar!

Se você é um entusiasta da comida, você vai gostar!

Se você é um chef, você vai gostar!

Se você é uma indústria de alimentos, você vai gostar!

Se você quer deixar suas fotografias de alimentos muito mais saborosas, você vai gostar!

Venha se juntar a gente, em três tardes deliciosas! Será nos dias 28, 29 e 30 de agosto de 2018, num lugar bem aconchegante, das 13h30 às 17h30.

Mais informações pelo telefone 41 98837-9807 ou [email protected].

Vem!


Parceria com Sucos Campo Largo e PaniPano.

Quer fazer parceria para esse curso? Entre em contato!

Curso vegano da Alana Rox na Bem Integral em Curitiba

Ontem foi um dia muito especial, fui aprender com pessoas especiais no curso  vegano da Alana Rox, na Bem Integral, em Curitiba. E, obviamente, fotografei tudinho.

A Alana é autora do livro e apresentadora do Diário de uma Vegana, no GNT, e tem um coração cheio de amor e luz!

Ela veio para Curitiba, a convite da Seed of Life, para dar o curso na Bem Integral, minha loja de produtos naturais preferida da cidade, e contou também com o apoio dos Sucos Campo Largo.

Adoraria passar as receitas das delícias que aprendi, aqui no meu site, mas vou deixar vocês imaginando e com água na boca só pelos títulos das receitas:

  1. Pães proteicos de grão de bico
  2. Queijo cremoso de painço
  3. Mousse de cacau
  4. Muffins de abóbora
  5. Beijinhos encantados da felicidade

A Alana querida contou como foi sua trajetória vegetariana e vegana, falou sobre amor, sobre a alquimia dos alimentos, sobre nutrição, sobre potencializar os alimentos e comê-los em sua maior disponibilidade nutricional… e sobre fazermos o bem para todos.

Uma manhã muito produtiva, com pessoas maravilhosas, envolvidas em muito amor e gentilezas! Agradeço por fazer parte deste pequeno momento, mas com aprendizados que levarei para a vida toda.

Segue algumas fotos do nosso curso, espero que gostem!

:::

Agradeço imensamente por poder estar presente e fotografar esse momento. Agradeço também os patrocinadores, Bem Integral, Seed of Life e Sucos Campo Largo, por aproximarem pessoas tão boas!

Sucos Campo Largo, stop motion e fotografia

Estou fotografando e fazendo muitos stop motions para os Sucos Campo Largo… e eles me surpreendem a cada dia!

O marketing da Campo Largo é muito competente e composto de pessoas muito antenadas, responsáveis e criativas. Eu adoro ter contato com pessoas que acrescentam em minha vida! E com produtos que acrescentam também.

Nós começamos com uma sessão individual, para ver se tínhamos afinidade. O trabalho ficou lindíssimo! Cheio de cores, de vida, de delicadeza. Eu sempre sugiro aos clientes, antes de assinarmos um contrato mais longo (trimestral/semestral/anual), fazermos um trabalho individual, para vermos como funciona nossa sintonia. E como funcionam bem!

Nos trabalhos da Campo Largo, há muita alegria, muita natureza, muita cor e os produtos deliciosos deles, que são lindos demais.

A chef e produtora Ana Cláudia Spengler (ela é incrível!) me acompanha nesse trabalho, desenvolvendo receituário e fazendo toda a produção da sessão.

Os stop motions são delicados e exigem um trabalho mais cuidadoso e minucioso, mas ficam muito delicados e os resultados surpreendem sempre.

Você pode conferir meus stop motions para Sucos Campo Largo em @campolargooficial.

Eu amo esses nossos trabalhos, Sucos Campo Largo!

Ah, e tem várias ideias de reciclagem com as garrafas deles… e tem lançamento de kombuchas… e tem cor… e tem amor!

:::

:::

 

Stop motion, trabalho e diversão!

Essa semana foi de stop motion, muito trabalho e diversão!

Criar e executar stop motions e gifs é muito divertido!

Stop motion é uma técnica de criação de vídeo quadro-a-quadro, por meio de fotografia e pós produção.

Eu trabalho com stop motion para mídias sociais, geralmente de 10 segundos. Os 10 segundos são suficientes para mostrar um produto e não é muito longo, então o público acaba disponibilizando tempo para vê-lo até o final.

Também estou participando de um programa* para ensino de matemática por meio de stop motion. Esses vídeos terão duração maior que 10 segundos, e ainda estamos estudando o melhor formato e a adição de áudio, textos e stickers, no vídeo. Está ficando cada vez melhor!

Agrupar fotografia e vídeo, agregar valor às imagens e conteúdo para o público é sensacional!

E há tantas possibilidades! Só tenho a agradecer!

::

Stop motion de arquitetura:

video

Stop motion de gastronomia:

video

A receita desse sagu de hibisco está aqui, no Instagram da Campo Largo.

* Esse programa será voltado para homeschooling, ou ensino domiciliar, também para estruturar raciocínio lógico em crianças, para pais, tutores, professores… ainda estamos formatando, quando tiver mais informações, vou divulgar aqui. Ou se você tiver interesse imediato, entre em contato comigo.